xarranca-a-35-edicao-do-fantasporto,,cTM5kTM,,MFUTS9kT,,wYTN,,1IjM.jpg.pagespeed.ic.ZWfQ_4NRqW

A «Bolsa de Guiões», iniciativa do Festival Internacional de Cinema do Porto em colaboração com a Associação Simetria (que a sugeriu), foi bastante noticiada e divulgada desde a abertura, no passado dia 24, da edição de 2015 da grande mostra de imagens em movimento da Cidade Invicta.

Fizeram referências, ao FantasPorto e ao projecto de divulgação e de adaptação audiovisual de obras da ficção científica e fantástico de língua portuguesa, entre outros: Cadernos de DaathCasting; Film Festivals; Folha em Branco; Gazeta do Rossio; iOnline; iPorto; Jornal de Notícias; LinkedIn; Observador; Portal Cinema; Porto 24; Público; RTP; Rua de Baixo; Sol; TVI; Viva Porto; Vogue.

Entretanto, há uma novidade importante relativa à lista de 20 textos que, em nome da Simetria, enviei ao FantasPorto e a Beatriz Pacheco Pereira: um dos contos que a integram já está em processo de adaptação audiovisual. Trata-se de «As duas caras de António», incluído originalmente na antologia «Lisboa no Ano 2000» organizada por João Barreiros; o seu autor, Carlos Eduardo Silva, informou-me que recebeu uma proposta nesse sentido. Esperemos que tal constitua um bom augúrio para as outras obras em apreciação.

Artigos relacionados:

  • Não há artigos relacionados