O Very Large Telescope do ESO (European Southern Observatory) conseguiu recentemente as melhores imagens alguma vez obtidas da misteriosa superfície de Titã.
Este satélite de Saturno possui uma espessa atmosfera que torna impossível avistar a superfície nos comprimentos de onda do visível. Tem sido porém possível mapear as grandes estruturas desta lua (uma das maiores do Sistema Solar) utilizando instrumentos que operam noutros comprimentos de onda. Sabe-se assim que existem áreas contrastantes em termos de reflectividade (umas claras, outras escuras), e especula-se que algumas delas possam corresponder a lagos ou mares de hidrocarbonetos… A sonda Huygens da ESA está a caminho deste estranho mundo, acompanhando a Cassini, sonda da NASA que permanecerá no sistema de Saturno, espera-se, por um largo período.
O ESO divulgou agora algumas imagens espectaculares, que podem ser vistas em
http://www.eso.org/outreach/press-rel/pr-2004/pr-09-04.html

Artigos relacionados:

  • Não há artigos relacionados